quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Como se eu fosse paciente...

Primeiramente quero dizer que ao saber que o Tadeu tinha ido fiquei sem saber o que pensar ou agir,queria correr até São Paulo, queria poder dizer alguma coisa, mas nessas oras todos esses sentimentos se reunem em uma coisa só: chorar.Mesmo nunca tendo estado fisicamente perto dele e da Bruna ,eu e muitas outras pessoas compartilharam do seu dia a dia, de cada tratamento, de cada efeito colateral e de cada chance.E isso, por mais longe que estejamos ,oramos por ele, e aguardávamos as notícias da Bruna, ansiosos por uma alta definitiva.Fico feliz que todo essa luta foi regada por muito amor por parte de todos que cuidavam dele.Que ele possa ficar em paz, e que ele desfrute, finalmente da sua alta. E Bruna, tenha certeza de que no futuro, quando chegar a sua hora, ele vai estar lá,te esperando,todo cabeludinho, rindo, de braços abertos.

------------------------------------------------------------------------------------------------------

Hoje eu fui na Unesp com a minha mãe buascar alguns remédios para o meu avô.
Cada vez que eu via alguém de lenço, ou careca, ir pra quimioterapia, eu sentia que tudo voltava, me colocava no lugar da pessoa,lembrava de tudo o que sentia quando ia pra casa.Isso me fez sentir que eu preciso me ligar e ajudar essas pessoas de alguma forma.

Tratamentos seguem caminhos diferentes, alguns se curam, outros não, alguns se curam e depois a doença volta, mas isso de alguma forma eu entendo, é algo muito maior que determina isso.Algo que eu senti quando recebi o diagnóstico e inesperadamente me deu uma calma de monge.
Mas também sei que eu recebi o diagnóstico e lidei com ele de outra forma, bom, meus 10 kg a mais podem dizer isso muito bem,..e sim, perdi 4 kg, que foram de corticóides, o resto é fato: pura gordura derivada de excessos alimentares.

O importante é que as provas estão aí pra gente poder lidar com elas, e aprender com elas.
Por isso,esse ano, receba de frente tudo o que tiver que acontecer,desde um tumor, um cabelo crespo,uma espinha,uma unha encravada, um nascimento,uma morte,uma chuva,um fora, uns quilinhos a mais...
Afinal, a chuva passa...e depois dela o sol vai estar lá, vai deixar tudo mais brilhante e fresquinho, esperando que a gente coloque um biquini...

um beijo!

6 comentários:

  1. já diria Mr. Harrison: "... it feels like years since it's been here."

    -

    "...sun, sun, sun, here it comes...!"

    ResponderExcluir
  2. Nem mais... o Tadeu deixou um ensinamento de vida muito grande e eu também senti a partida dele com muita tristeza, mesmo sem nunca ter estado com ele fisicamente...
    A ti, Bá, tabém acompanhei um pouco... Eu também passei pelo mesmo que passaste, não nã primeira pessoa, mas a presenciar o sofrimento de muito perto e grraças a Deus acabou tudo bem... No fim do mês há novo exame para saber se continua tudo bem... Dá aquela ansiedade, mas acredito que tudo estará bem... tenho fé em Deus e Ele não nos abandonará... Que venham os quilos a mais... importante é que estamos vivos e isso apenas implica uma coisa: VIVER!

    Bjins

    ResponderExcluir
  3. Assim como tenho acompanhado o Tadeu e a Bruna, acompanho você também Bá através do link que tem no blog do meu pai, o Daniel. É muito bom ler o que vc escreve, gostei de ver que tem post novo, muito bom! Não nos abandone...Bjs

    ResponderExcluir
  4. Olá Bá, fica difícil depois de uma experiencia como a nossa passar despercebido qq coisa. Que seja uma chuva, que seja uma mulher ou homem careca, ou um lindo filme.

    Eu por estes e outros motivos, resolvi arregaçar as mangas e criei uma ONG - BENDIZER
    grupo de apoio a pacientes de câncer e seus cuidadores - gratuito-, mas, como tudo neste país trabalhar honestamente dá muito trabalho e,tão, os papéis estão e andamento desde de novembro/09.
    Um abraço bem apertado! e viva a Cura!:))

    Tem mais detalhes no meu blog, para vc ter mais ideia do projeto.

    ResponderExcluir
  5. Ba,

    quanto tempo nao venho aqui!
    A ida do Tadeu, foi triste.......... massssssssssssssssssssss a luta dele e da Bruna foi um exemplo de amor incondicional pela vida.

    ResponderExcluir
  6. Queridos,


    segue o meu novo blog. Para quem não sabe o Gabriel Pinho, meu namorado, é casado e nunca tinha me dito nada. Veja a confusão no blog que criei, comente e divulgue.

    http://gabrielpinhomesacaneou.blogspot.com/

    Bjs

    ResponderExcluir